Isaías Samakuva visita vários pontos de Luanda e considera que o povo vive pior que a miséria


O presidente da UNITA Isaías Samakuva, visitou neste sábado vários pontos de Luanda, passando aos mercados dos Congolenses, Correios, Prenda, Mabunda e do Rocha Pinto.

Isaías Samakuva, conversou com os vendedores, pescadores e cidadãos em geral, para saber das suas aflições e pontos de vista sobre a situação socioeconómica do país, tendo considerado que os cidadãos vivem na miséria pela realidade chocante que constatou.

A realidade angolana é de facto uma realidade bastante dura, sobretudo para os angolanos que têm um país bastante rico, não é, mas que vivem nas condições que nós todos estamos a ver aqui, isto aqui de facto é miséria, se houvesse um nome pior talvez se adequasse melhor a esta situação. E nós achamos que os angolanos têm de ter consciência da vida que levam e sobretudo ter conhecimento de que tudo isso pode ser mudado, nós temos um país rico e temos até um povo rico, não podemos ser um país rico com povo pobre, então, para já que eu tenho a dizer, é chocante o que estamos a ver aliás todos estão a ver, isto aqui é sobrevivência apenas, não podemos dizer que as pessoas estão a viver em condições,’’ disse.

Por outro lado, Isaías Samakuva, mobilizou os cidadãos actualizarem os seus dados eleitorais bem como registarem-se para que o país possa caminhar para à mudança em 2017. ’’Como se aproximam as eleições todos deviam actualizar o seu registo, é importante actualizar o registo porque actualização do registo e posteriormente o registo em si, daqueles que ainda não fizeram o seu registo, não têm os cartões, será um passo importante para podermos mudar a situação,’’ frisou.

O presidente da segunda força política do país, apelou as entidades governamentais velarem pela melhoria das condições de vida do povo, visto que ‘’estão governar para servir o povo.’’

Nos pontos em que o líder do Galo Negro visitou foi notável alegria dos cidadãos que em alguns minutos conversaram com o mesmo.

REAÇÕES

7
   
0
   
0
   
0
   
1
   
0
   
1
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK