Vândalos destroem mais de cinco mil processos de alunos


Devido a vandalização de infra-estruturas e destruição de pelo menos cinco mil processos na Escola Primária nº 14 no Saurimo, nesta sexta-feira, cinco mil 300 alunos correm risco de não terminar o ano lectivo, na Lunda Sul.

Em declarações à imprensa, o director municipal da Educação de Saurimo, Valentim Viriato, disse que os vândalos, que se supõe serem alguns encarregados de educação, quebraram as janelas, arrombaram as portas e levaram carteiras, quadros e outros equipamentos da escola.

O responsável realçou que a direcção já  deu participação as autoridades Policiais, para devida investigação, apelando aos moradores do bairro Candembe, a colaborarem na identificação dos referidos vândalos.

Inaugurada em 2014, a escola que alberga cinco mil e 300 alunos da iniciação ( da 1ª à 6ª classe), foi alvo de vandalismo, por desconhecidos, o que colocou em causa a continuidade do processo de ensino e aprendizagem.

Actualmente, a província da Lunda Sul conta com 362 escolas de diferentes níveis de ensino, perfazendo mil e 538 salas de aula, ocupadas por 235 mil 964 alunos.

Fonte: Angop

REAÇÕES

1
   
1
   
0
   
1
   
0
   
0
   
0
   
1
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK