UNITA cobra milhões deixados por Jonas Savimbi ao Governo


Quinze anos depois da morte do fundador da UNITA, Jonas Malheiro Savimbi, a direcção do partido do Galo Negro na voz de Alcides Sakala, pede ao Governo dirigido pelo MPLA, que devolva todos bens e milhões pertencentes ao seu líder e ao partido.

 “São os bens do partido adquirido durante todo esse tempo e que, conforme ditavam os acordos de paz, deveriam ser devolvidos à UNITA, o que ainda não aconteceu. O que foi entregue são coisas mínimas”, disse o também deputado à Assembleia Nacional Alcides Sakala.

Sem revelar números, Alcides Sakala sustentou tratar-se de um património que “está avaliado em milhões de dólares” e que compreende vários edifícios, não só em Luanda mas em todo o país, como é caso da “Casa Branca” de Savimbi no Huambo. 

O porta-voz da UNITA, disse tratar-se sobretudo de edifícios que estão por entregar pelo governo desde os acordos de paz em 2002. 

Recorde-se que o ex-líder do maior partido da oposição de Angola, Jonas Malheiro Savimbi, morreu no dia 22 de Fevereiro de 2002.

REAÇÕES

8
   
2
   
2
   
2
   
1
   
3
   
0
   
1
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK