Sul do país será vacinado com Johnson & Johnson - Mais de 165 mil doses disponíveis


Objectivo é travar contaminação com países vizinhos.

Um total de 165.600 doses de vacinas da marca Johnson & Johnson (dose única) contra a Covid-19 chegou este domingo ao país. Segundo o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, trata-se de compras que o Executivo realizou através de uma plataforma criada pela União Africana denominada AVAT, a fim de facilitar aquisição de vacinas aos Estados membros.

Esta parceria com a AVAT prevê aumentar os esforços para mitigar o impacto da pandemia, uma vez que menos de 2 por cento das pessoas no continente estão totalmente vacinadas até agora.

Franco Mufinda que falava no acto de recepção, a partir do Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, em Luanda, ressaltou que o Afreximbank jogou um papel importante no seio da AVAT facilitando a compra do imunizante.

"O Executivo está empenhado em vacinar 54 por cento da população elegível. A vacina Johnson & Johnson vai facilitar principalmente as populações nómadas, cujo levantamento já foi feito”, garantiu.

A vacinação, prosseguiu, começará em breve nas províncias do Cunene, Namibe, Cuando Cubango e Huíla devido ao risco de infecções com os países vizinhos”, esclareceu.

A Johnson & Johnson junta-se às vacinas que já estão a ser administradas no país, nomeadamente, a AstraZeneca, Pfizer, Sputnik e Sinopharm.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários