SIC deteve suspeitos da morte do jornalista da Palanca TV


Os Serviços de Investigação Criminal (SIC), deteve durante as suas operação de investigação, três jovens, com idades compreendidas entre os 17 e os 23 anos de idade, por serem os presumíveis autores da morte do jornalista da Palanca TV, Yuri Calau, ocorrido no bairro Caop C, município de Viana, em Luanda, no mês passado.
Foto de NJ

No comunicado, o SIC de Luanda faz saber que os suspeitos pela morte do jornalista, já se encontram detidos, mas espera-se pelo trabalho do laboratório da criminalística para se garantir a autoria do crime.

“Os jovens estão já detidos e os efectivos de investigação criminal de Viana, estão a trabalhar com o laboratório de criminalística para aferir as evidências dos crimes e ver a sua ligação com os presumíveis autores”, fez saber o SIC.

Segundo uma fonte ligada a Polícia Nacional, disse à imprensa que um dos presumíveis autores saiu há pouco da cadeia, depois de ser abrangido pela lei da amnistia. ‘’São criminosos habituais. Um deles saiu há pouco menos de um mês da cadeia, onde esteve a cumprir uma pena de cinco anos, e saiu no âmbito da lei da amnistia”, revelou a fonte.

Consternado com a situação, a fonte reforçou, “ nós muitas vezes não entendemos o que acontece com os procuradores que soltam os marginais quando eles querem. A sociedade civil, não sabe como as coisas aqui funcionam. Só dizem que é a polícia quem os solta. Nós os polícias, não temos direitos de soltar nenhum preso, esse direito cabe ao ministério público”, concluiu.

Uma outra fonte ligada ao SIC, avançou que os presumíveis autores do crime serão apresentados, dentro em breve aos órgãos de comunicação social.

REAÇÕES

9
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK