Quintino Moreira atira toalha ao tapete e promete ganhar em 2022


O presidente da Aliança Patriótica Nacional (APN), Quintino Moreira, admitiu que vai perder as eleições gerais de 23 de Agosto, por isso está com os olhos virados para 2022, ano em que garante ser presidente dos angolanos.

Em entrevista ao programa Grande Entrevista, emitido nesta noite, em directo pela Televisão Pública de Angola (TPA), Quintino António Moreira, atirou a toalha ao tapete, ao afirmar: “perdemos em 2008, perdemos em 2012, voltaremos a perder em 2017."

Consciente da derrota nas eleições gerais, o presidente da APN, está com os olhos virados no parlamento, onde quer ter alguns assentos, de modo a equilibra-lo.

Questionado sobre a semelhança da bandeira do seu partido com da UNITA, Quintino garantiu não existir semelhança entre ambas e deixou claro, “não podemos confundir galo com embondeiro”.

Promessas, também fez parte da entrevista, o presidente da APN assegura dar 1 milhão de empregos e tornar a província do Namibe, como o Dubai, caso seja governo.

REAÇÕES

1
   
0
   
0
   
1
   
13
   
2
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK