Isaías Samakuva diz o tempo de engolir sacos já acabou e em caso de fraude vai tomar medidas adequadas


O presidente da UNITA, Isaías Samakuva, disse ontem em entrevista à TV Zimbo, ‘’o tempo de engolir sapos já acabou’’, não vai permitir que a fraude aconteça nas próximas eleições gerais prevista para Agosto, e promete vitória nas urnas.
Arquivo

  • Saudações queridos leitores da Angola-online.net, pedimos desculpas aos nossos leitores, pelo facto de escrevermos as palavras proferidas pelo presidente da UNITA Isaías Samakuva, aquando da entrevista concedida à TV Zimbo, "o tempo de engolir sacos acabou," invés de "o tempo de engolir sapos acabou". Pedimos mais uma vez aos nossos leitores, as nossas sinceras desculpas pelos constrangimentos causados. Angola-online o portal de todos angolanos.

O presidente da UNITA alerta que não vai permitir fraude e caso haja irá tomar medidas adequadas, e deseja um país estável. ‘’Estamos alertar a quem é de direito e todo aquele que quer que o país continue com essa estabilidade, porque é este o nosso desejo… Não pode haver medo nenhum, só deve haver medo da parte de quem tiver disposto a fazer trafulhices…’’ disse. 

Questionado se as medidas adequadas está relacionada com a guerra, o líder do Galo Negro respondeu que ‘’não’’ e questionou: Quem quer mais a guerra? Depois de tudo que se passou, alguém vai querer mais guerra? Não acredito’’. Mas defende, ‘’nós teremos de tomar medidas adequadas para que o processo seja transparente.’’

Isaías Samukuva mostrou-se pouco esclarecido sobre o aparato policial que está ser preparado para assegurar a ordem e a tranquilidade durante as eleições, considerando desnecessário visto que ‘’as eleições são uma festa.’’

 ‘’Estou a ver agora a polícia ser treinada, as unidades a serem reorganizadas, dizem que é para proteger as eleições, não, as eleições são uma festa. Nós precisamos que o Governo treine a polícia, mas para proteger os cidadãos que não têm segurança nos seus bairros, estão ser mortos, assaltados, é para isso que deviam treinar a polícia… Ou estão a preparar a fraude e pensam que o povo depois vai reagir, não vai gostar, então é preciso ter a polícia! Não faz sentido’’, alegou.

REAÇÕES

22
   
1
   
1
   
0
   
0
   
6
   
1
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK