Cirurgiões da pediatria de Luanda à caminho do Moxico para analisar gémeos siameses


A maternidade do Moxico, presenciou o nascimento dos primeiros gémeos siameses, do tipo macrófago, naquela província, na passada quinta-feira, os bebés se encontram bem e já se alimentam.

A informação foi prestada pelo director da unidade sanitária Rotano Chinguli, ao afirmar que a estabilidade do estado clínico das gémeas siameses, unidas pelo crânio (macrófago), reflecte-se na manutenção dos sinais vitais (temperatura, pulso, frequência, respiração e cardíaca), cujos indicadores tendem a normalizar.

“Estão estáveis. Já se alimentam por via das sondas (nasogástrica) e vamos aguardar os próximos momentos”, disse o director.

Reforçando ainda que existe um staff de cirurgiões profissionais, que estão à caminho da província do Moxico, Luena, a fim de prestar auxílios aos médicos locais.

“Há possibilidade da equipa de cirurgiões do Hospital Pediátrico de Luanda David Bernardino, deslocar-se para o Luena. Temos condições técnicas para tal. Neste momento, estamos a seguir todas suas orientações. Vamos aguardar”, disse com esperança o director.

De recordar que em 2007, foi realizada com sucesso em Angola uma intervenção cirúrgica para a separação de bebés siameses, do sexo feminino, tendo uma delas sobrevivido e a outra falecido 19 dias após a operação, devido a problemas cardíacos, que apresentava desde o nascimento.

REAÇÕES

0
   
0
   
1
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários