Cidadão é condenado a 10 anos de prisão por queimar salão de beleza


Paulo Simão Manuel, vendedor de whisky, foi condenado a 10 anos de prisão por queimar o salão de beleza do amigo pelo facto deste ter furtado alguns pacotes de whisky.
Tribunal Provincial do Zaire

O Tribunal Provincial do Zaire condenou o cidadão Paulo Simão Manuel, a pena de dez anos de prisão por atear fogo ao salão de beleza do amigo, por desaparecer alguns pacotes de whisky na altura que o pediu para controlar o seu negócio (venda de whisky).

O réu que mostrou-se arrependido, terá de indemnizar o lesado com 300 mil kwanzas.

Fonte: TPA

REAÇÕES

7
   
0
   
2
   
0
   
4
   
1
   
0
   
0
   


COMENTÁRIOS NO FACEBOOK