Candidatos aptos não admitidos na PGR serão enquadrados


Os candidatos aptos não admitidos no concurso de ingresso para provimento de vagas nas carreiras de técnicos de Justiça podem ser admitidos, dentro de um ano, caso sejam atribuídas novas quotas de acesso à instituição.

De acordo com uma nota de imprensa da Procuradoria-Geral da República, tornada pública sexta-feira, nos termos da lei, os concursos de ingresso têm validade de um ano, pelo que, caso sejam disponibilizadas novas vagas, durante este período, serão preenchidas pelos restantes candidatos que obtiveram as notas mais altas, em ordem decrescente, priorizando, deste modo, os mais bem classificados.

"O Executivo atribuiu à Procuradoria Geral da República, durante o exercício de 2021, um total de 450 vagas, tendo sido aberto, em Janeiro deste ano, o procedimento concursal para o provimento das mesmas", esclarece a nota.

Após a realização do exame de ingresso, prossegue a PGR, foram aptos 8.770 candidatos, ou seja, os cidadãos que obtiveram como resultado do exame uma nota igual ou superior a 10 valores.

Entretanto, a PGR dá a conhecer que, dos aptos, foram admitidos, efectivamente, para o ingresso nos quadros da instituição, 450 candidatos a nível nacional, tendo sido seleccionado os concorrentes aptos com as notas mais altas.

"Tendo chegado ao conhecimento da Procuradoria-Geral da República manifestações de preocupação, por parte de cidadãos aptos, mas não admitidos, no concurso de ingresso para provimento de vagas nas carreiras de técnicos de justiça, vimos tornar público este esclarecimento", lê-se na nota da PGR.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários