BPC encerra mais de 50 agências a partir de 13 de Julho


Cinquenta e três agências/postos de atendimento do Banco de Poupança e Crédito (BPC) serão encerrados, a partir do dia 13 de Julho próximo, em várias províncias do país.

A mesma vai abranger agências/postos de atendimento e agências de transferências em  municípios sede das províncias de Luanda, Cunene, Cuanza Sul, Benguela, Huíla, Namibe, Cuando Cubango, Malanje, Uíge, Cabinda, Lunda Sul, Moxico e Bengo.

Conforme o comunicado do BPC, só na província de Luanda, capital do país, serão encerrados mais de 22 agências/postos de atendimento.

Esse passo marca o início do processo de despedimento de pessoal no maior banco público do país, que viu os seus activos deterioram-se nos últimos sete anos, com prejuízos acumulados, até dezembro de 2019, de 404,7 mil milhões de kwanzas.

A redução do pessoal resulta de um conjunto de medidas adoptadas para reduzir os custos operacionais, que actualmente são de longe superiores aos proveitos, segundo o seu presidente André Lopes, numa recente mensagem dirigida aos trabalhadores.

Dado contexto do país e responsabilidade social do BPC, André Lopes prometeu um processo de despedimento gradual e por mútuo acordo com os abrangidos pela medida.

Fonte: Ango

REAÇÕES

2
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
1
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK