Apanhados cinco jovens que roubaram 400 parafusos de linha férrea para pesar


Os parafusos da linha de caminho-de-ferro do CFL (Caminho-de-Ferro de Luanda) eram levados aos ferro-velhos.

Os suspeitos foram detidos na madrugada de sexta-feira, 13, e ouvidos por volta das 10:00, em primeiro interrogatório judicial, pelo magistrado do Ministério Público (MP) junto do Serviço de Investigação Criminal (SIC), que, entretanto, lhes aplicou a medida de coação mais gravosa, prisão preventiva.

Os arguidos são acusados de danificar a estação do Cassualala, ramal do Dondo, província do Kwanza Norte, deixando a linha sem condições técnicas e de segurança para a circulação dos comboios entre as cidades de Luanda e Dondo desde a semana passada.

Segundo o porta-voz do Comando Provincial do Kwanza Norte da Polícia Nacional, inspector-chefe Edgar Salvador, a detenção dos arguidos foi fruto de denúncia anónima durante uma operação em coordenação com o SIC-Kwanza Norte.

"A Polícia Nacional deteve os cinco elementos na madrugada de sexta-feira, 13, após uma denúncia anónima, no âmbito de uma operação policial que resultou também na recuperação de diversos materiais roubados no troço, uma viatura usada na transportação desses meios, uma balança, entre outros materiais ferrosos", disse Edgar Salvado em declarações ao Novo Jornal.

O responsável pela comunicação da Polícia Nacional na província do Kwanza Norte revelou que, durante a operação policial, ficou retida uma menor, de 14 anos, arrolada no mesmo processo.

"A menor revelou, durante o seu depoimento, que subtraía os materiais para os comercializar a preços altos a compradores em Luanda", afirmou, acrescentando que a acção desses indivíduos, com a comparticipação da menor de 14 anos, danificou mais de 150 metros da linha férrea.

REAÇÕES

2
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários