Tribunal proíbe mulher de assistir novela


A mulher assistia constantemente novela e impedia o ex-marido de ver as actualizações da covid-19.

Um tribunal de Batumi, na Geórgia,  proibiu uma mulher de ver novela 24 horas ao dia. Isso depois do ex-marido, com quem ainda vive na mesma casa após o divórcio, ter a denunciado pelo facto de as novelas impedir de acompanhar as informações sobre a pandemia do novo coronavírus. 

A decisão do tribunal deixou feliz o ex-marido, enquanto a mulher ficou bastante desagradada. 

O advogado da mesma (mulher) interpôs um recurso, porque, sustenta, não se pode viver de notícias todos os dias.

REAÇÕES

1
   
0
   
0
   
0
   
6
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK