Oficial do SIC morre nas mãos de quimbandeiro


Quimbanda deu banho a Inspectora do Serviço de Investigação Criminal (SIC) com água da chuva armazenada em latas colocadas em sepulturas.

Uma subinspectora dos Serviços de Investigação Criminal (SIC), colocada no Moxico, morreu, segunda-feira última, no bairro Alto Luena, arredores da cidade, após ser submetida, alegadamente, a um tratamento de água da chuva armazenada em latas colocadas em sepulturas no cemiterio municipal.

A cidadã, de 45 anos de idade, que respondia pelo nome de Fátima Miza, foi, igualmente, submetida a massagens de raízes diversas, por um suposto curandeiro.

Após agravar o quadro clínico, a vítima foi evacuada ao Hospital Geral do Moxico (HGM) aonde faleceu.

De acordo com uma nota de imprensa da Polícia Nacional a que a ANGOP teve hoje acesso, o acto de negligência foi praticado na residência do suposto curadeiro de 45 anos de idade,  conhecido por Marcelino Venâncio, em companhia de dois dos seus ajudantes, que já se encontram detidos.

A Polícia Naciona (PN) apreendeu, na residência do curadeiro, diversas raizes de plantas usadas durante o tratamento.

Angop

REAÇÕES

4
   
1
   
1
   
2
   
11
   
0
   
4
   
3
   

Comentários