MPLA convida Koffi Olomide para acto de massas presidido por João Lourenço em Luanda


O primeiro secretário do MPLA em Luanda, Bento Bento, anunciou hoje que o músico da República Democrática do Congo (RDC), Koffi Olomide, é o convidado especial para o acto de massa que será presidido pelo Presidente do MPLA, João Lourenço, no sábado, 09, no município de Talatona, distrito urbano da Camama.

"Estamos a preparar um grande acto de massas que será presidido pelo presidente do partido, o camarada João Lourenço, no próximo sábado, 09 de Julho, no município de Talatona, distrito urbano da Camama", disse o secretário do MPLA, Bento Bento.

Segundo Bento Bento, uma equipa de membros do Bureau Político do partido - Paulo Pombolo, Jorge Dombolo Rui Falcão, Ângela Bragança, Carla Leitão, Maricel Marinho e Pedro Neto - estão a coordenar este acto de massas em que o MPLA vai apresentar as linhas de força do seu programa de Governo aos habitantes da capital.

Refira-se que no sábado, 02, o presidente do MPLA anunciou, durante um acto de massas na cidade de Caixito, província do Bengo, o lançamento de um concurso público nos próximos 20 dias, para a concessão da Zona Económica Especial da Barra do Dande.

Segundo o político, a ser construída numa extensa área, a futura zona económica irá conjugar o transporte marítimo e rodoviário, o armazenamento de combustíveis, indústria de ponta, comércio e turismo.

Referiu, sem apontar prazos, que depois de concluído vai atrair o investimento estrangeiro directo, uma vez que o regime fiscal a praticar será dos mais atrativos

Sem enumerar quantos, explicou que a Zona Económica Especial da Barra do Dande vai trazer "muitos empregos" especialmente para a juventude, porque vai ser uma espécie de cidade industrial, comercial e turística.

De acordo com o também Presidente da República, o executivo está a construir o Terminal Oceânico da Barra do Dande, localizado na província do Bengo, que tem a missão de fazer o armazenamento de combustível em grande quantidade.

Revelou que, com capacidade para armazenar 582 mil metros cúbicos de combustíveis, entre gasolina, gasóleo e até gás butano, a infra-estrutura estará concluída depois de Agosto de 2023 para servir as populações e a economia.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários