Menina de 17 anos esfaqueia amante de 55 anos por não suportar ameaças


Dentro da pensão, a menor orientou o homem, que é amigo do pai, a fechar olhos porque lhe daria um presente. O que recebeu são 28 facadas que quase lhe tiraram a vida.

Mais um acto bárbaro mancha e arrepia a sociedade angolana. Uma jovem de 17 anos, esfaqueou o amante de 55 anos, de nome Joaquim, pelo facto de não suportar as ameaças que sofria desde os 15 anos, altura em que começou a ser violada sexualmente. 

 O cidadão em recuperação após duas paragens respiratórias durante a cirurgia, conta que a menor é quem demonstrou interesse não se importando com a idade. A agressão, desconfia, surgiu em função de ter negado dar dinheiro no passado dia 31 de Dezembro.

Joaquim, conta ainda que, dentro da pensão localizada em Viana, onde foram conversar, a namorada orientou a fechar os olhos alegando daria um presente. Quando menos esperava, tirou a faca da pasta e desferiu-o 28 golpes.

Graças a intervenção do funcionário da pensão que teve de entrar pela janela, o homem não perdeu a vida.

A jovem, ainda menor segundo a Lei angolana, está detida por tentativa de homicídio. De acordo com o jurista Jordan Coelho, diz a vítima ainda é criança deve ser protegida pelo Estado, não entendendo como “foi abusada há dois anos” sem ninguém dado conta. Defende a responsabilização do violador, que é amigo do pai da vítima.

REAÇÕES

0
   
1
   
1
   
0
   
2
   
0
   
4
   
2
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK