Decote da filha de Chivukuvuku viola regras do Vaticano e levantam críticas


Bastou a divulgação da visita da família de Abel Chivukuvuku ao Papa,os comentários críticos não se fizeram esperar. Celso Malavoloneke, militante do MPLA que quase foi padre, abriu as portas.

"O código de vestição "dress code" do Vaticano tem regras claras e rígidas: as senhoras e meninas na presença do Santo Padre devem vestir-se de preto, decote fechado e quando em audiência privada, tapar o cabelo com um véu preto", explicou.

Prosseguiu: "aqui neste caso, deve ter havido uma condescendência do protocolo em relação à menina Chivukuvuku: pelo facto de ser menor e ser uma audiência pública. Mas os pais podiam ter evitado esse decote exagerado como se vê na foto. Para quem diz que foi representar os católicos angolanos (ou parte deles) não ficou bem..."

Kenia Camotin, ex-gestora da Zimbo, entrou nas reparações da filha do Projecto PRA-JA.

"A menina usa o telefone para tirar fotos a mãe e ao papa. Bem orientada não faria, imaginei eu. Mas logo de seguida pensei! O Vaticano já deixa??? UAUUU. Ele estão a entender a evolução e o mundo digital anda do lado desta geração", repara sem parar.

"Tive que esquecer o decote (tão pequenina), os pais que tenham umas aulinhas de etiqueta antes. A segunda fotografia é de uma ternura, reparem como ela tão pequenina e o papa olham um para o outro. Melhor benção que esta … que esta criança seja muito abençoada. E a sua família também."

REAÇÕES

1
   
1
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários