Covid-19: Dois manifestantes testam positivo – um pode estar no grupo dos jornalistas solto


Laurindo Fonseca, um dos 15 advogados que representa a centena de manifestantes, garantiu em entrevista,que dois seus constituintes testaram positivo à covid-19. O paradeiro da outra pessoa é desconhecido.

"Um dos réus acusou positivo e foi evacuado", mas está ainda detido e será ainda julgado.

Quanto a localização do outro infectado, o responsável garantiu que o seu paradeiro é desconhecido, podendo estar inserido no grupo dos jornalistas solto na passada segunda-feira.

"Pensamos que pode ser um dos jornalistas que foram detidos e entretanto libertados, que não fazem parte deste processo, mas não temos certezas", admitiu Laurindo Fonseca.

 Angola-Online soube por intermédio de fontes do Tribunal Provincial de Luanda, que os detidos irão responder pelos crimes de ofensas corporais, crimes de danos patrimoniais. 

REAÇÕES

1
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK