UNITA pagava cidadãos para manifestar
O presidente da UNITA, Isaías Samakuva, revelou que o seu partido gastou “500 mil de dólares” para pagar transporte e alimentação dos cidadãos que aderiam as suas manifestações.

Isaías Samakuva fez tal revelação quando discursava ontem na sala da Sovsmo, sobre a posição do Galo Negro perante a decisão e acusação feita pelo Tribunal Constitucional, que validou os resultados das eleições gerais de 23 de Agosto, ganhas pelo MPLA.  

“Nós tivemos de pagar as pessoas, ou seja, pagar os carros, não vimos pessoas que foram, elas próprias para manifestação, muitos nos pediram água no carro onde entraram para ir a manifestação”, revelou Samakuva. 

O líder dos maninhos apelou aos militantes a não participar em manifestações para não manchar o partido, evitar derrame de sangue nas ruas, porque o combate será na Assembleia Nacional, onde vão combater a impunidade, corrupção, nepotismo, exclusão e outros males que assolam a sociedade angolana.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS