SIC detém chineses que raptaram e mataram o seu compatriota
O Serviço de Investigação Criminal (SIC), deteve três cidadãos de nacionalidade chinesa que raptaram e mataram o seu compatriota, e exigiam o resgate de cem milhões de Kwanzas. O crime ocorreu em Benguela.

Um cidadão de nacionalidade chinesa, de 43 anos, comerciante nas terras das Acácias Rubras, foi assassinado pelos seus compatriotas, na semana passada na localidade do Kapilongo. 

De acordo com informações da polícia, os criminosos raptaram a vítima e pediam a família o resgate de cem milhões de kwanzas, um valor não entregue, por matarem a vítima, após esta ver o rosto dos compatriotas.

“Tudo fizeram para que pudessem obter valores, mas os movimentos que fizeram com a vítima forçaram que dormissem tarde. Aí, ela, a vítima despertou e, já com os olhos desvendados, reconheceu os raptores. Foi por aí a sua sentença, eles puseram fim à sua vida’’, disse o porta-voz do Comando Provincial de Benguela da Polícia Nacional, Pinto Caimbambo. 

O corpo da vítima foi encontrado no Kapilongo, local onde foi morto há cinco anos, o kinguila angolano Pedro Ngule, por um chinês.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS