Polícia acusa UNITA de ter provocado o confronto com MPLA
Incidente ocorrido na comuna de Monte Belo foi "provado" pela UNITA

O Comando Provincial da Polícia Nacional de Benguela, acusou a UNITA de ter provocado a luta com militantes do MPLA, na comuna do Monte Belo, município do Bocoio.   

Falando em conferência de imprensa realizada ontem, o porta-voz da polícia local, Intendente Pinto Caimbambo, disse o referido incidente aconteceu quando os militantes do MPLA organizavam uma passeata em comemoração da vitória obtida nas urnas, e foram interpelados e agredidos com catanas e paus por supostos militantes da UNITA.

Segundo o responsável da corporação, foram também agredidos alguns populares que se encontravam a desenvolver a actividade comercial.

Uma informação contrariada pelas fontes da Angola-Online que asseguram que os militantes do MPLA começaram a rixa e a polícia massacrou alguns militantes da UNITA que foram obrigados a se refugiar nas matas para não serem agredidos. Os cidadãos que ficaram feridos em consequência da rixa já receberam alta médica e encontram-se em casa.

Fonte: Angop

REAÇÕES

COMENTÁRIOS