PGR tem 80 processos em instrução preparatória
A directora nacional de Prevenção em Combate à Corrupção, Inocência Pinto, afirmou quinta-feira, em Luanda, que a Procuradoria Geral da República (PGR) tem vários processos em curso, em fase de inquérito, instrução preparatória e introduzidos em juízo.

Inocência Pinto, que falava à imprensa no final da entrega do prémio Palanca Negra, atribuído à PGR como melhor instituição em 2018, adiantou que estão em instrução preparatória cerca de 70 a 80 processos e 150 em inquérito. 

A também procuradora adjunta da República lembrou que o julgamento do ex-ministro dos Transportes deve-se ao trabalho da PGR. “E, como este, muitos outros estão em curso”, garantiu Constância Pinto.

A responsável pela Prevenção e Combate à Corrupção afirmou que a PGR está também a prevenir a corrupção dentro da instituição, “porque queremos prevenir e combater a corrupção". 

"Mas este fenómeno não está só nas outras instituições, é um fenómeno que atingiu dimensões tais que todos os sectores do Estado estão afectados. Daí a PGR estar a fazer uma campanha interna para prevenir a corrupção dentro da instituição", salientou. 

Inocência Pinto lembrou que o Plano Estratégico de Combate à Corrupção, lançado pela PGR, serve como guia para as acções que o país vai empreender para combater a corrupção e os fundamentos principais são a Prevenção, o Combate (prossecução e recuperação de activos) e a capacitação institucional. 

A PGR venceu o prémio devido ao trabalho que tem feito através da Direcção Nacional de Combate à Corrupção e a Recuperação de Activos.

Inocência Pinto adiantou que o prémio representa o reconhecimento do trabalho que a PGR tem estado a desenvolver no âmbito das suas atribuições. 

Fonte:Jornal de Angola

REAÇÕES

COMENTÁRIOS