Marginal da Corimba terá metro ligeiro para minimizar engarrafamento em Luanda
O Governo Angolano disponibilizou 430 milhões de dólares, para a recuperação de uma área de 400 hectares da marginal da Corimba.
NM

Segundo a empresa holandesa Van Oord, responsável pelos trabalhos que serão concluídos em 2019,"a nova área servirá para a construção da via rápida da Marginal da Corimba e o futuro porto.’’ A rocha necessária para o projecto será extraída das pedreiras locais.

A empresa garante que “revitalizará a área da Samba, Corimba e Futungo de Belas“ para melhorar a qualidade de vida da população, numa província com quase sete milhões de habitantes e onde o trânsito diário é caótico, sobretudo entre o centro e a periferia.

Esta é uma das medidas que o governo da província de Luanda criou para reduzir o trânsito, depois de já ter criado linhas de catamarãs até ao centro da capital.

A implementação do Metro Ligeiro de Superfície da marginal da Corimba, é também uma das previsões em carteira do Governo Provincial de Luanda. 

REAÇÕES

COMENTÁRIOS