Isaías Samakuva: “A única medida que pode salvar os angolanos é a mudança do regime nas próximas eleições em 2017"
O presidente da UNITA, Isaías Samakuva, fez uma avaliação da situação do país, e considera que a mudança acontecerá nas próximas eleições gerais.

Para o líder do principal partido da oposição, afirmou que todos os angolanos "estão a sofrer" fase a situação económica que o país enfrenta desde 2014.

“A crise que inicialmente parecia ser financeira, apenas evolui para uma crise económica e social que se transformou numa crise política, numa crise global e de facto é isso mesmo que nós sentimos à luz do comportamento das pessoas e das afirmações que nós escutamos e da situação que verificamos quando viajamos pelo país”, realçou.

Samakuva defende que, “a diversificação da economia não pode ser com macro projectos e implementados pelo governo, mas sim pelo cidadão comum na sua aldeia ou comunidade. Se ao invés de liberalizar procuramos centralizar os projectos agrícolas através do governo, acabaremos por agravar a crise”, concluiu.

RA e VOA

REAÇÕES

COMENTÁRIOS