Funcionários da ENDE detidos por «sabotar» audiência de João Lourenço
A cidade de Malanje ficou às escuras durante vários minutos no momento em que o Presidente da República, recebia na terça-feira, 21, em audiência no Palácio do Governador, entidades religiosas e tradicionais e o representante da Câmara de Comércio e Industrial de Malanje.

As causas dos apagões não foram explicadas, mas a fonte da Angola-Online, soube de fonte segura que três funcionários seniores da Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE) local foram detidos pelo Serviço de Investigação Criminal.

A visita de trabalho que durou dois dias, Presidente da República, orientou a sessão do Conselho de Governação Local.

João Lourenço constatou o grau de desenvolvimento das obras da Centralidade de Malanje, onde estão a ser erguidos 212 apartamentos, e do Instituto Superior de Tecnologia Agro-Alimentar (ISTAM), obras concluídas em 2017, para a formação de quadros que deverão assegurar a investigação científica e o desenvolvimento do país.

Fonte: VOA e Angop

REAÇÕES

COMENTÁRIOS