Filda oferece cerca de 30 postos de trabalho temporários
De acordo com a organização da maior feira de negócios de Angola, estão previstos cerca de 30 postos de trabalho temporários, na 35ª Feira Internacional de Luanda (FILDA).

A confirmação é do presidente do Conselho de Administração do Grupo Eventos Arena, Bruno Albernaz, que falava a imprensa sobre a Edição 2019 da Filda, que estima criar 30 postos de trabalho temporários durante os cinco dias do evento.

Bruno Albernaz, fez saber ainda que os expositores vão representar empresas dos sectores da construção civil, indústria ligeira e pesada, telecomunicações, electrónica, processamento alimentar, serviços, transporte, agricultura, mineração, serviços financeiros, banca, seguros, restauração, imobiliário e outros.

A mesma que decorrerá na Zona Económica Especial Luanda-Bengo, num espaço de 28 mil metros quadrados, conta receber de acordo com o responsável, 17 mil visitantes, contra os 10 mil visitantes/dia de 2018.

Lembrar que entre os convidados, estão Portugal, Alemanha, Indonésia, Turquia, França, Índia, China, Reino Unido, Noruega, Suécia, Suíça, Israel, Brasil, Japão, Bielorrússia, Uruguai, Itália e Macau (uma das regiões administrativas especiais da República da China).

O evento conta com um investimento de 530 milhões de kwanzas, e que se realiza de 9 a 13 de Julho na Zona Económica Especial (ZEE) Luanda-Bengo, com a previsão da participação de 750 expositores.

Fonte: Mercado

REAÇÕES

COMENTÁRIOS