Detidas cerca de mil caixas de carne vinda da África do Sul
O Serviço de Investigação Criminal, SIC, fez a detenção de cerca de mil e 233 caixas de carne suspeita de contaminação com listeriose, na província do Cunene.

De acordo com a alerta das autoridades angolanas, sobre uma possível contaminação de carnes provenientes da África do Sul, o Serviço de Investigação Criminal da província do Cunene, avançou com à apreensão de mil e 214 caixas de salsichas, 15 de charcutarias, quatro de mortadela e 63 enchidos diversos, avaliados em cinco milhões, 993 mil e 300 kwanzas.

Segundo avançou Angola-Online, no inicio deste mês, pelo menos 180 pessoas na África do Sul já morreram depois de ingerirem a carne contaminada pelo vírus de listeria. 

De salientar que, o Instituto de Serviços de Veterinária de Angola emitiu no dia 7 do corrente mês uma ordem de proibição de consumo de carnes importadas da África do Sul das marcas produzidas pelas empresas Enterprise Foord e Rainbow Chicken Limite (RCL Food), por se revelarem impróprias para o consumo.

Angop

REAÇÕES

COMENTÁRIOS