Cidadã é morta a queima-roupa pelo vizinho em Luanda
Uma cidadã foi morta a tiro pelo vizinho pelo facto de exigir que baixasse o volume da música devido o óbito do sobrinho. O caso ocorreu no bairro Popular, em Luanda.
Bairro Popular, em Luanda

Uma conversa que era suposto ser amigável, tornou-se em discussão e acabou em tragédia. Uma cidadã foi morta pelo vizinho, proprietário de uma casa nocturna, quando tentava exigir que baixasse o volume da música devido o óbito do sobrinho que decorre próximo do estabelecimento comercial. 

Segundo o filho da malograda, o proprietário recusou-se baixar a música, o que originou a discussão. Durante a complicação, o homicida caracterizado como alguém que alega ser intocável, dirigiu-se a mãe e disparou a queima-roupa. A vítima foi ainda levada uma das unidades hospitalares próximas, mas não resistiu. 

A Angola-Online sabe que quatro cidadãos implicados na discussão já foram detidos, incluindo o homicida.

Fonte: Rádio Luanda | Texto: Igor Silva

REAÇÕES

COMENTÁRIOS