Autoridades angolanas desaconselham comer carne de caça
Devido o surto de ébola que assola a vizinha República Democrática do Congo, as autoridades angolanas alertaram a população a não consumir carne de caça de origem duvidosa.

A medida, de acordo o supervisor provincial de Vigilância Epidemiológica de Cabinda, Domingos Casimiro, visa prevenir o surto da epidemia que assola a RDC, tendo em conta a fronteira com Angola. 

 “Enquanto durar o surto de ébola na RDC, apelamos à população para se abster do consumo de todo o tipo de carne de caça por haver animais que também podem contrair a doença e contaminar pessoas”, alerta.

Todo cidadão proveniente da RDC ou Congo-Brazzaville através das fronteiras terrestre ou marítima, com sintomas de febre, serão encaminhados para a área de quarentena.

O surto de ébola na República Democrática do Congo, já matou  12 pessoas, nos 35 confirmados.

Fonte: Ja e Redacção

REAÇÕES

COMENTÁRIOS