António Alegre diz há jornalistas angolanos que são cancros
O ex-comentador da TPA e antigo treinador da Académica do Lobito, António Alegre, disse em Angola há jornalistas que são cancros e devem ser afastados para não manchar a classe jornalística.

Depois da curta passagem pela Académica do Lobito como treinador, o antigo comentador desportivo da Televisão Pública de Angola (TPA), António Alegre, é de opinião que em Angola existe jornalistas que autocensuram-se, ou seja, já não mudam, apesar do actual contexto exigir mais liberdade.  

“Não quero estar a falar em nomes que nós todos sabemos que são os cancros da comunicação social em Angola, e, eu penso que isso, em determinadas pessoas da comunicação social, nós temos que acabar com os paus mandados, com as pessoas que têm medo e estão nos sectores vitais da comunicação, desporto e política”, disse António Alegre, em entrevista ao programa Fora de Campo, da rádio Ecclésia, que a Angola-Online teve acesso.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS