AngoSat continua sem dar sinal de vida
O primeiro satélite angolano continua sem sinal, quando a esperança era dar sinal de vida este mês. Autoridades angolanas vão reunir com os russos.
José Carvalho da Rocha, ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação

Os especialista russos não conseguiram entrar em contacto com o AngoSat 1, embora tenha entrado na zona de visibilidade perto de Moscovo. A equipa está usar outros procedimentos para ter sinal do satélite, por isso, diz ser prematura “tirar conclusões do aparelho.” 

José Carvalho da Rocha, ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, fez saber que uma equipa angolana vai reunir com a empresa russa, responsável pela construção do satélite lançado a 26 de Dezembro do ano passado. 

Caso não dê sinal, a empresa construirá um outro satélite, no caso, o AngoSat 2.

Fonte: LAC

REAÇÕES

COMENTÁRIOS