Kanye West vaiado em palco por apoiar Trump
Durante um concerto, Kanye West confessou que não votou nas presidenciais norte-americanas, mas que, se o fizesse, votaria em Donald Trump. O público não gostou e vaiou o "rapper".

1. Kanye West

Kanye West Reuters

Kanye West foi vaiado pelo seu próprio público, durante o concerto que deu na quinta-feira em San José, Califórnia, nos EUA, depois de ter demonstrado o seu apoio a Donald Trump durante um discurso político, numa pausa entre músicas.

O "rapper" norte-americano confessou que não votou nas eleições presidenciais durante o espetáculo inserido na sua digressão Saint Pablo. "Eu disse-vos que não votei. Mas se o tivesse feito, teria votado em Donald Trump", disse West.

Para além de ter sido vaiado pela plateia, a imprensa internacional avança que, tendo como referência várias publicações de cibernautas presentes, nas redes sociais, muitos dos presentes abandonaram o concerto nesse momento.

Na noite de quinta-feira, o marido de Kim Kardashian reiterou a sua intenção de se candidatar às presidenciais de 2020, que deu a conhecer publicamente durante a cerimónia dos MTV Video Music Awards deste ano, no verão.

JN

REAÇÕES

COMENTÁRIOS