Dormir acompanhado faz mal à saúde
Segundo um estudo recente, publicado pela Zankyou, psicólogos alertam que dormir acompanhado faz mal à saúde.

O estudo que foi feito para ajudar as pessoas a terem uma melhor qualidade de vida, segundo os psicólogos, é recomendável os casais dormirem em quartos separados, sem que isso seja sintoma de crise matrimonial. 

Muitas das diferenças conjugais acontecem na cama, afirmam os psicólogos. Então evite mais uma tentativa de entrar em sincronia com os rituais de sono do seu parceiro. Essa pressão só servirá para vos criar problemas de ansiedade e irritabilidade.

É que muitas vezes, os casais não se deitam à mesma hora, nem têm os mesmos rituais de sono. É impossível que marido e mulher adormeçam ao mesmo tempo, que estejam sempre de acordo com a temperatura ideal da cama ou com o lençol mais agradável ao tato.

Resumindo, o melhor é não impor ao seu parceiro nenhum dos seus requisitos, relacionados com o descanso, nem a hora que este se deve deitar. Cada um tem o seu timing. Se quiser ir primeiro para a cama, vá. De certeza que assim evitará uma discussão desnecessária.

REAÇÕES

COMENTÁRIOS