Unitel deve 322 milhões de dólares a Isabel dos Santos


A empresária nega que efectou transferências ilícitas para as suas contas pessoais, como insinuam a investigação portuguesa. E diz a Unitel é quem está a dever cerca de 322 milhões de dólares.

Em reacção as informações divulgadas na semana passada que davam conta de as autoridades judiciais portuguesas estarem “no rasto do circuito de offshores e alegados “testas de ferro” da empresária que terão levado 573 milhões de euros da Unitel para Portugal.” Isabel dos Santos, em declarações ao Jornal Valor Económico, desmentiu tais informações, considerando “é completamente falso.”

“As únicas transferências são relativas a dividendos, autorizados pela assembleia-geral dos accionistas, e a salários”, disse, assegurando “nunca houve transferências injustificadas da Unitel para a Vidatel Ltd ou para as suas contas pessoais.”

E mais, a filha mais velha do ex-presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, diz a Unitel é quem deve cerca de 322 milhões de dólares, resultantes de um acordo de provimento de 2014, a Vidatel Ltd, empresa em que também tem acções.

No entanto, na  assembleia-geral da Unitel decorrida na segunda-feira, esteve em analise a gestão da empresa nos últimos 10 anos.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
1
   
0
   
0
   
2
   
0
   


COMENTÁRIOS NO FACEBOOK