Tuberculose causa 32 óbitos em época de covid-19


O hospital Sanatório da província do Huambo registou, de Janeiro a Abril do ano em curso, 103 casos de tuberculose, dos quais 32 resultaram em mortes.

De acordo com a fonte da Angola-Online, o infectologista Joaquim Isaac, director geral da instituição, disse que neste momento, a situação continua estacionária em relação ao número de casos, e os doentes controlados, num total de mil e 200, têm sido acompanhados através de consultas ambulatórias. 

“Os pacientes são consultados, medicados e depois vão para a casa onde continuam o tratamento”, explicou. Joaquim Isaac fez saber que o Hospital Sanatório do Huambo ainda não teve necessidade de aumentar o número de camas para internamento de doentes graves. “Ainda temos capacidade para atender os casos que obrigam internamento”, frisou.

O responsável disse que muitos pacientes habitualmente só acorrem ao hospital numa fase em que a doença já está muito avançada, depois de passarem por tratamento tradicional. 

“Estes doentes, depois de lhes serem ministrados medicamentos fortes e de forma não regulada, em locais não convencionais, acabam por contrair outras patologias, como, por exemplo, a hepatite, causada pela intoxicação de medicamentos tradicionais”, lamentou.

O director do Hospital Sanatório explicou que os medicamentos são metabolizados no fígado e quanto as doses não são as recomendadas os pacientes desenvolvem uma hepatite tóxica.

Fonte: JA

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK