Tribunal condena Robinho a nove anos de prisão por violação


O futebolista brasileiro Robinho foi condenado esta quinta-feira, 10, pelo Tribunal de Justiça de Milão, a nove anos de prisão por participar numa violação sexual colectiva contra uma jovem de 23 anos, em 2013.

O antigo avançado brasileiro do Real Madrid e do Manchester City actuava nos italianos AC Milan quando terá alegadamente participado com um amigo, Ricardo Falco, na violação a uma jovem de origem albanesa, que festejava o aniversário numa discoteca situada na cidade de Milão.

"Esta sentença é um exemplo de protecção à mulher e mostra que o sistema funciona, quando necessário", disse o advogado da jovem, Jacopo Gnocchi, em depoimentos recolhidos pela imprensa italiana. 

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK