Tribunal começa a julgar pastores da Universal


Quatro pastores da Igreja Universal começaram, ontem, 23, a ser julgados, no Tribunal do Benfica, em Luanda, por crimes de agressão e desacato à autoridade.

Os arguidos, incluindo um pastor brasileiro e três angolanos, são acusados de agredir e proferir injúrias contra o comandante da Esquadra do Talatona, na passada semana.

Segundo a Angop, o caso ocorreu quando as forças de segurança tentavam apaziguar um desentendimento entre integrantes da igreja,motivado pelo impedimento do acesso a uma das residências do condomínio.

Já foram ouvidos quatro réus (pastores), faltando os quatro seguranças envolvidos na agressão.

Durante a sessão de audição, os três primeiros pastores ouvidos negaram as duas acusações de que são alvo.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK