″Ti Célito″ volta a Luanda para tomada de posse de João Lourenço
O Presidente da República português, Marcelo Rebelo de Ousa, vai estar esta quinta-feira em Luanda para assistir à cerimónia oficial de tomada de posse do Presidente-eleito, João Lourenço, em resultado das eleições gerais de 24 de Agosto.

Depois de ter felicitado o seu homólogo pela reeleição, "Ti Célito", como Marcelo Rebelo de Sousa ficou conhecido devido ao seu curioso à-vontade com que se passeia, normalmente, pelas ruas de Luanda, e pelas pequenas multidões que arrasta atrás de si, alimentado há anos uma relação de proximidade com os angolanos, vai estar, de novo, na tomada de posse de João Lourenço, repetindo a presença de 2017.

Com uma relação de proximidade conhecida, como ficou claro quando, há uns anos, viajou - pelo menos dessa vez foi tornado público que estava em Luanda para esse efeito - propositadamente de Lisboa para a festa de aniversário de João Lourenço, Marcelo Rebelo de Sousa tem visitado a capital angolana com uma regularidade pouco habitual nos seus antecessores.

Mas esteve igualmente, em visita de Estado, em Março de 2019, depois de ter sido convidado por Lourenço quando este esteve em visita de Estado a Lisboa, em finais de 2018.

Neste preâmbulo, Marcelo, antes de embarcar, enviou uma nota de felicitações ao seu homólogo angolano pela vitória, o que só fez depois de o Tribunal Constitucional ter fechado o ciclo eleitoral com a recusa de um recurso da UNITA, e a publicação em DR dos resultados finais definitivos que tinha sido divulgados a 26 de Agosto pela Comissão Nacional Eleitoral.

Nessa nota, recorde-se, o Chefe de Estado português felicitou Lourenço, endereçou cumprimentos ao líder da UNITA, Adalberto Costa Júnior, pela expressiva votação e enalteceu a forma ordeira como decorreu a votação, desejando "um voto de que a vida política angolana se continue a desenvolver em liberdade, pluralismo e tolerância".

REAÇÕES

1
   
0
   
0
   
1
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários