Surto: Conjuntivite afecta mais de centenas de pessoas em Angola
Um surto de conjuntivite viral, que dura há aproximadamente três semanas, está a afectar mais de centenas de pessoas em algumas províncias de Angola, com maior número de casos em Benguela, informaram autoridades sanitárias.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Segundo fonte do Angola-Online.net, só no município sede da província de Benguela, foram registados cerca de 894 casos, facto que terá levado as autoridades sanitárias a alertarem para os perigos da auto-medicação.

Agora com técnicos capacitados, os seis municípios do interior e os restantes três do litoral da província começaram já a tratar e a reportar as ocorrências ao centro oftalmológico do Hospital Geral de Benguela (HGB).

O médico oftalmologista Júlio Abreu, coordenador da comissão provincial que cuida da conjuntivite viral, uma doença com período de encubação de sete a 14 dias, avisou contra a auto-medicação e afirmou que que o surto é o resultado de de dois vírus, “o enterovírus, que é a hemorrágica, e a adenovírus, que também é um tipo viral’’.

A poeira que toma conta das cidades, reflexo das más condições de saneamento básico, é apontada como uma das causas da da propagação da doença nas escolas, administrações municipais, nas cadeias e em outros locais com cidadãos afectados.

O vice-governador provincial para a área técnica e de infra-estruturas, Leopoldo Muhongo, disse que ‘’o arrasto de areia e pedras é significativo, daí o volume de poeira nas cidades”, enquanto isto, o sector da saúde disse que vai criar áreas de isolamento para evitar que um paciente com outra patologia apanhe esta conjuntivite.

Fonte: VOA

REAÇÕES

COMENTÁRIOS