Sonangol começa a recrutar próximo mês


A Sonangol e a Gemcorp iniciam a recrutar quadros da refinaria de Cabinda no próximo mês.

A Sonangol e a Gemcorp iniciam em Maio, com o processo de recrutamento para a formação dos quadros da Refinaria de Cabinda, com as áreas técnicas, de engenharia para operação e manutenção, de gestão ambiental e de técnicas laboratoriais, entre as que mais vão precisar de quadros angolanos altamente qualificados.

Segundo o comunicado, as áreas de maior incidência serão as engenharias eléctricas e de instrumentação, mecânica, de materiais e de processos, mas também os técnicos de saúde, segurança e ambiente, de gestão ambiental, de laboratório e de recursos humanos, assim como os contabilistas serão contemplados.

O processo de formação, esclarece o documento, será composto por módulos teóricos e técnicos, sendo que parte da formação a ministrar será altamente especializada.

Os empregos directos e indirectos a criar com a construção, montagem e implementação da refinaria serão ocupados maioritariamente por profissionais angolanos, designadamente da província de Cabinda, e que com este processo e esta postura se atingirão ganhos significativos para as comunidades locais, assim como para economia provincial, assegura.

O início do recrutamento “representa a afirmação clara de que o projecto está prestes a tornar-se realidade, o que será de extrema importância para Angola e para a sua economia, uma vez que os recursos minerais nacionais serão finalmente refinados em território angolano, fechando uma cadeia por demais relevante para o país e para a sua população”, segundo a Sonangol.

A Gemcorp diz que “está confiante em mais este passo e expectante relativamente ao impacto que o início do recrutamento de profissionais angolanos vai ter no dia a dia de várias famílias e, sobretudo, ao impacto que vai ter ao nível da segurança energética do país”.

REAÇÕES

6
   
0
   
2
   
0
   
3
   
3
   
3
   
0
   

Comentários