SIC detém dois estrangeiros por adulterarem datas de validade dos produtos da cesta básica


O Serviço de Investigação Criminal (SIC) deteve nesta segunda-feira, 15, em Viana, Luanda, dois cidadãos estrangeiros que procediam à adulteração das datas de validade dos produtos da cesta básica.

Foram apreendidas mais de 50 toneladas de produtos da cesta básica, em dois armazéns no município de Viana, incluindo arroz, açúcar, óleo e massa alimentar.

De acordo com o Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do SIC, foram apreendidas no interior de um armazém de um cidadão Indiano de 32 anos, cerca de 48 toneladas de arroz de marca TANDA, 134 sacos de arroz moído de 25kg e 1000 sacos de arroz em grão de 50kg, mercadoria avaliada em 19,9 milhões Kz, pertencente à empresa "Bom Amigo Comercial Lda".

Já na empresa "Noah Nardi Comércio e Indústria Lda", o responsável, Eritreu, está detido por falsificação de pesos e medidas, 118 sacos de açúcar cristal de 10kg e 1.022 caixas de óleo alimentar de 5lts, mercadoria avaliada em 9,976 milhões kz.

O comerciante Indiano encontra-se sob custódia do Ministério Público, por crime de adulteração de substância alimentar, enquanto o cidadão Eritreu será presente ao Tribunal de Viana para efeitos de Julgamento Sumário, por crime de Falsificação de pesos e medidas.

Diante desta acção, o Serviço de Investigação Criminal apela aos cidadãos a elevarem o espírito de denúncia, sobretudo de comerciantes que adoptam este tipo de práticas ilegais.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários