SIC detém cidadão por violação e morte de sete mulheres


O Serviço de Investigação Criminal (SIC), deteve o cidadão identificado por Bernardo Miguel Manuel, acusado pelos crimes de violação e morte, de pelo menos sete mulheres, com ajuda de um seu companheiro que se encontra em fuga.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

“Tirei a vida a sete senhoras, com a ajuda do meu amigo. Tudo começou em 2016, nas imediações da ponte do comboio, no bairro Lússue, cerca de quatro quilómetros do centro da cidade de Ndalatando. Os homicídios, perpetrados nas lavras do Quilombo e zona do Bebe-Água, eram antecedidos por estupro”, confessou.

Confirmou que sempre contou com a ajuda de um amigo, que se encontra foragido, para praticar as violações, assassinatos e vários roubos em lavras e residências, em determinados pontos da cidade e bairros da periferia de Ndalatando.

“Nunca senti pena das minhas vítimas, porque estava sempre sob o efeito de álcool e drogas, violava-as e matava-as, só depois de estar consciente é que sentia o peso da responsabilidade do crime que acabava de cometer”, explicou.

Segundo ele, escreve a fonte do Angola-Online.net, sempre agiam de forma muito calma ao abordar as vítimas, o que acontecia maioritariamente entre às 17 e às 18 horas, quando havia pouco movimento de pessoas em alguns locais onde se pratica a agricultura.

Depois das violações, acrescenta, a vítima era morta e posta em local visível ou no caminho que dá acesso às lavras, para posteriormente ser encontrada.

“Nós matávamos para não nos denunciarem à polícia ou no bairro”, diz Bernardo Miguel Manuel, que, a contas com a Justiça, mostra-se arrependido e promete nunca mais praticar tais acções.

Fonte: JAOnline

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
6
   
1
   
0
   
0
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK