Seguranças e funcionários da limpeza supervisionam provas nas escolas do país


Com a greve geral dos professores iniciada na semana passada, seguranças e funcionários da limpeza das várias escolas do país, estão a supervisionar as provas de frequência referente ao primeiro trimestre.
Arquivo

Em várias escolas do país, os estudantes começaram a fazer as provas de frequência do primeiro trimestre, apesar dos professores não elaborarem as provas devido a greve iniciada a 24 de Agosto e se estenderá até ao dia 5 de Maio do corrente ano. 

No Puniv do Kapalanga e na Escola 9005, ambas localizadas no município de Viana, as provas estão ser elaboradas pelos directores e supervisionadas pelos seguranças, funcionários da limpeza e pessoal administrativo, mesmo assim algumas turmas ficam sem supervisores.

‘’Desde a entrada dos professores em greve, as provas estão ser controladas pelos senhores da limpeza, da secretaria e seguranças, eles só ficam nas turmas um tempo e vão noutras supervisionar. Os seguranças as vezes têm de ir atender as pessoas à porta, abandonam as turmas e ficam sem supervisor’’, contou um estudante da Escola 9005.

Um outro estudante do Puniv do Kapalanga, contou-nos que muitas provas não têm ligação com a matéria estudada. ‘’As provas elaboradas pelo director não são de matérias estudadas, são de cultura geral, muitos colegas aproveitam fazer com os telefones, indo para internet, tendo em conta que ninguém nos controla’’, fez saber o estudante. 

A greve dos professores em todo país começou no dia 24 de Abril e estava prevista até ao dia 5 do mês próximo, mas informações dão conta que terminará no dia 2 de Maio.

REAÇÕES

3
   
0
   
0
   
0
   
0
   
2
   
2
   
0
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK