Secretário municipal de Cabinda preso por roubo de candeeiros de iluminação pública comprados pelo Estado


Cúmplice também está preso.

Está igualmente detido um dos funcionários da administração municipal de Belize, arrolado no processo-crime como comparsa do secretário municipal.

De acordo com o director do gabinete de comunicação e imprensa do SIC-geral, superintendente de investigação criminal Manuel Halaiwa, a detenção dos suspeitos foi realizada com a coordenação da Polícia Nacional, após receberam uma denúncia anónima que fazia referência à prática do crime de roubo de candeeiros adquiridos pelo Estado para o melhoramento da iluminação pública daquela localidade.

"O Serviço de Investigação Criminal, em coordenação com a Polícia Nacional, deteve, no município de Belize, província de Cabinda, dois cidadãos, funcionários públicos, por crimes de abuso de poder e roubo de candeeiros adquiridos pelo Estado para o melhoramento da iluminação pública daquela localidade", informou o responsável.

Entre os detidos, segundo referiu Manuel Halaiwa, destaca-se o secretário municipal de energia e águas de Belize "que, aproveitando-se das funções que exerce, e a seu bel-prazer, entendeu subtrair os candeeiros para fins comerciais".

O responsável pela comunicação do SIC-geral avançou ainda que os detidos vão ser ouvidos em primeiro interrogatório judicial pelo magistrado do Ministério Público (MP) junto do SIC-Cabinda, ao início da manhã de quinta-feira, 26, para conhecerem as eventuais medidas de coação.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
1
   

Comentários