São Makas: PGR pode apreender nos próximos dias o Instituto Superior Tocoísta


O Instituto Superior Tocoista (IST), poderá ser apreendido nos próximos dias pela Procuradoria-Geral da República (PGR), por ser construído com dinheiro público, retirados da Sonangol E.P e do governo provincial do Uíge.

A informação retirada do Jornal Magazine e partilhada pela Joana Clementina, dá conta que o bispo Afonso Nunes recebeu da Sonangol em 2012, um valor de 55 milhões de dólares americanos e 100 milhões de kwanzas equivalentes em dólares, desviados do governo provincial do Uíge, liderado na altura por Paulo Pombolo, para a construção do Instituto Superior Tocoista.

 Caso se confirme a denúncia, Angola-Online sabe que o actual bispo da Igreja Tocoísta, Dom Afonso Nunes, poderá ser constituído arguido e a referida infraestrutura será apreendida pela Procuradoria-Geral da República de Angola.

Fonte: Jornal Magazine

REAÇÕES

4
   
2
   
1
   
1
   
1
   
1
   
2
   
2
   

COMENTÁRIOS NO FACEBOOK