Professor viola, mata e enterra corpo de jovem de 19 anos no quintal do colégio


Professor, de 33 anos, violou, matou e enterrou o corpo de uma jovem de 19 anos no interior do colégio Njozi-Yetu, no bairro Tandi, zona do Caloundo, município de Viana, em Luanda.

O "predador sexual", em prisão preventiva, já abusou sexualmente de pelo menos mais três meninas naquele estabelecimento de ensino, sendo que, a última vítima, acabou em homicídio.

Segundo porta-voz do SIC-Luanda, Fernando de Carvalho, a detenção do acusado ocorreu no âmbito da intensa investigação em torno do desaparecimento de Elisa Taty Sebastião Buana, no início do mês de Novembro do ano passado.

"Apurou-se que a vítima e o acusado começaram a interagir a partir da rede social Facebook de onde fluiu uma suposta amizade. Mas,não satisfeito com a interacção virtual, o agressor persuadiu a vítima a ir ao seu encontro no município de Viana, bairro Tande, no colégio Njozi-Yety, que o mesmo alegou ser sua propriedade, onde abusou sexualmente e por repetidas vezes da jovem", disse o oficial em declarações ao NJ.

O responsável acrescentou que o acusado para ilibar-se do crime, e de forma a não ser denunciado pela a vítima, decidiu pôr fim à sua vida.

"Por volta das 18:00 daquele dia, o predador sexual, após ter cometido o homicídio, colocou fita adesiva na boca e nos pés da vítima enterrando-a posteriormente no quintal do referido colégio", afirmou.

Fernando de Carvalho salientou que a participação do desaparecimento da vítima foi feita por um dos seus familiares.

"Após um trabalho policial foi possível apurar-se que a vítima foi enterrada no local já descrito, onde no dia 10 deste mês, por volta das 14:00, foi feita a exumação das ossadas, cujos trajes foram reconhecidos por membros da sua família", disse, acrescentando que o homem está a ser indiciado pela prática dos crimes de ocultação de cadáver, violação, agressão física e homicídio doloso.

Em posse do homicida foi encontrado e apreendido um telemóvel de marca Samsung Galaxy S5, pertença da vítima, uma pá e uma enxada usados para efectivação do acto.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
4
   
0
   
1
   
1
   
2
   

Comentários