Professor preso por cobrar 23 mil ao encarregado de educação
Um professor da escola do ensino primário, do bairro Txizaínga, arredores da cidade de Saurimo, foi detido sob a acusação de ter feito cobranças a encarregados de educação no valor de 23 mil kwanzas.

O acusado foi detido pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), numa acção conjunta com efectivos da Inspecção Geral das Actividades Económicas (IGAE), na Lunda-Sul.

O director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da Delegação local do Ministério do Interior, Florêncio de Almeida, acrescentou que o cidadão detido confessou que o dinheiro cobrado era para os encarregados comparticiparem na reabilitação do edifício escolar, por apresentar fissuras na sua estrutura.

Florêncio de Almeida notou que  o conhecimento do facto pelas autoridades competentes resultou de denúncia anónima feita por um dos encarregados de educação, ao se manifestar insatisfeito com a atitude do professor.

Com este primeiro caso no sector da Educação, o porta-voz do Interior refere que, no sector da Saúde, alguns enfermeiros respondem em tribunal por prática de actos ilícitos contra pacientes.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
1
   
0
   
0
   

Comentários