Polícia mata a queima-roupa trabalhadores da barragem de Caculo Cabaça


Manifestavam por melhores condições de trabalho.

A manifestação dos trabalhadores da barragem de Caculo Cabaça, adstrita ao ministério da Energia e Águas, por melhores condições de trabalho e salários, terminou em tragédia.

Três trabalhadores foram mortos a queima-roupa por agentes da Polícia. Segundo a Rádio Nacional de Angola, os trabalhadores encontravam-se a 200 metros quando começaram a ser baleados indiscriminadamente.

REAÇÕES

2
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
1
   

Comentários