PGR nega que jovem ficou preso 7 anos por riscar carro de agente do SIC
Procuradoria-Geral da República é mentira.

Não é verdadeira a notícia posta a circular nas redes sociais pelo Site Club-K, segundo o qual o cidadão, José Massango Catumbo , t.c.p. *Vici* , ficou preso durante 7 anos, por ter embatido com a sua motorizada na viatura de um agente do Serviço de Investigação criminal.

O aludido cidadão foi detido mediante mandado do Magistrado do Ministério Público, por indícios da prática do crime de Furto Qualificado, que se consubstanciou no assalto a residência ocorrido no Zango 4.

Constituído arguido sob Processo n.º 23462/20 - PGR /Esquadra do Capalanga e foi internado no estabelecimento penitenciário de Viana, no dia 19.02.2021.

O Processo foi concluído dentro dos prazos legais, foi remetido a Tribunal e  o arguido transferido a Cadeia Central de Luanda.

O Julgamento teve início no dia 04 de Julho de 2022, na condição de preso. Na  2.ª sessão de audiência e julgamento que decorreu no dia 13 de Julho de 2022, o arguido foi restituído à liberdade por despacho da Juíza da causa, consignada em acta.

Contrariamente, ao que se veiculou no site Club-K, o arguido permaneceu preso durante 1 ano e 5 meses.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários