PCA da Tcul é exnerado


Foram exonerados nesta quinta-feira os administradores da Empresa Portuária do Amboim (EPA) e da Empresa de Transportes Colectivos e Urbanos de Luanda (TCUL).

As exonerações e nomeações, segundo uma nota de imprensa a que a Lusa teve acesso, decorrem no uso das atribuições legais e em conformidade com os poderes delegados pelo Presidente aos ministros dos Transportes, Ricardo Viegas d'Abreu, e das Finanças, Vera Daves.

A nível da EPA, foram exonerados Flaviano Ferraz Macanga, do cargo de presidente do conselho de administração, Gaspar Fernandes da Conceição e Abraão Augusto Manuel Francisco, ambos do cargo de administradores executivos, e os administradores não executivos Nelson Dias dos Santos e Sebastião Daniel Neto.

Em sua substituição foram nomeados para a mesma empresa Francisco José Aleixo Fernandes, presidente do conselho de administração, Salustiano Francisco Pinto Ferreira e Manuel Francisco Zangui, administradores executivos, e Nelson Dias dos Santos e Sebastião Daniel Neto, administradores não executivos.

Segundo o mesmo despacho, Júlio Arsénio Neto foi nomeado para o cargo de administrador não executivo do conselho de administração da Empresa Portuária de Cabinda e José Manuel Relas dos Santos Bento para o cargo de administrador não executivo do conselho de administração da Empresa Portuária do Soyo.

Os governantes decidiram também exonerar Pedro Carmo Manuel Pereira, presidente do conselho de administração da TCUL, Manuel Lotutala e Lutandila Lutumba, administradores executivos da mesma empresa e Catarino Eduardo César e Luís Cândido Cruz Gaspar, administradores não executivos.

Para integrar o novo conselho de administração da TCUL, empresa pública, foram nomeados para um mandato de cinco anos Catarino Eduardo César, presidente do conselho de administração, Eliseu Domingos Machado e Filomena Cahungo, administradores executivos e Nelson Pereira Jorge e Luís Cândido Cruz Gaspar Cohen, como administradores não executivos.

Os ministros determinaram também as exonerações de Francisco José Aleixo Fernandes do cargo de administrador não executivo da Empresa Portuária do Soyo e de Salustiano Francisco Pinto Ferreira do cargo de capitão da Capitania do Porto Amboim.

A presente reestruturação, lê-se na nota, determinou ainda a exoneração de Ottoniel Mauro de Almeida Manuel do cargo de director geral do Instituto Nacional dos Caminhos-de-Ferro de Angola e de Elsa da Conceição dos Reis Borges do cargo de directora-geral adjunta da mesma instituição ferroviária.

REAÇÕES

0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   
0
   

Comentários